ILLA

agosto 5, 2007

(clique na imagem para ver as fotos)(click at the image to see the photos)ILLA

ILLA – 1

agosto 4, 2007

criação/dança

Aychele Szot

live-images

Daniel Sêda

músicas

First Light – Brian Eno
1st construction – John Cage

ILLA – 2

agosto 4, 2007

criação/dança

Aychele Szot

live-images

Daniel Sêda

músicas

Prologue – Meredith Monk
Scale Down – Meredith Monk
String Dreams – Martin Leduc

ILLA – 3

agosto 4, 2007

criação/dança

Aychele Szot

live-images

Daniel Sêda

músicas

String Dreams – Martin Leduc
1004 – Aychele Szot

agosto 2, 2007

ILLA

ILLA

é uma performance interdisciplinar que integra dança, poesia, fotografia, animações e live-images.

illa” significa “aquela” e está no lugar de um nome. é um pronome latino para designar o ser feminino.

é uma proposta de uma mitologia pessoal, de um olhar lançado sobre a realidade invisível dos processos vitais – natureza e cultura.

por meio das figuras da mulher e da árvore, nesta performance são narrados simultaneamente os processos poéticos que se encerram nos ciclos vida – morte – vida / contração – pausa – expansão.

é uma trajetória circular do fluxo entre os opostos – céu e terra, luz e escuridão, superfície e profundidade.

a dança é uma ocupação de espaços. o processo narrado é um acumulação de posições, estados, ações.

num ritual laico, a figura feminina interage com os produtos da árvore: suas folhas, o produto natural; as folhas de papel de seda, um produto cultural.

a suspensão flutuante
das folhas que absorvem a luz
não escapa à queda
que se dá
lentamente
pela atração da terra.

o narrativa aqui é uma série de desenhos no espaço; a dança é uma narrativa actancial.
a poesia que se faz é a sobreposição dos fragmentos dessas narrativas.

concepção,direção e performance: aychele szot
fotografia: luiz câmara
live-images: daniel seda
cenário e adereços: rodrigo schoenherr e aychele szot